terça-feira, 16 de outubro de 2018

As primeiras dos mais novos.


A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé, ar livre e natureza
Foi com as expectativas muito em alta que me desloquei aos Açores, não tanto por ir fazer a abertura às Galinholas, mas sobretudo por ir ver os vários jovens Pedra Mua que lá estão em diferentes estágios de treino, nas mãos experientes do Mário Reis.

Treinámos no sábado e caçámos no domingo, 2 dias com lances memoráveis de Galinholas.
Sábado saímos com a Naja e o Neruda da Pedra Mua, com 16 e 10 meses respectivamente, uma pequena volta só para me mostrar como evoluíram, 2 galinholas e um trabalho fenomenal destes 2 Jovens exemplares, fiquei extremamente contente com o meu trabalho e o do Mário, o dele como adestrador e o meu como criador.
Domingo, dia da abertura, não fazia questão de estabelecer o cupo, queria mesmo era ver e sentir os cães no terreno, os abates eram secundários.
Os cães estão como pedi ao Mário, a andar muito, montanha a cima sempre a galope, onde o GPS BS Plantet deu uma grande ajuda, pois sucederam-se lances de 400 e 500mt em terrenos duríssimos de andar, muito inclinados e escorregadios, fechados e difíceis de atirar, mas os cães deram conta do recado, pássaro atrás de pássaro iam-nos dando o prazer de fazer o gosto ao dedo, mostras expressivas, muito longas, pois servir ali um cão é por norma demorado e sempre muito desgastante, a Naja com um nariz surreal encontrava Galinholas em qualquer canto, esperava o tempo que fosse preciso até ser servida, lances magníficos, que só acontecem quando os cães têm muita qualidade e têm um correto ensino, perdi a conta ás Galinholas paradas por ela, será uma cadela de referência que me dará muita e muitas alegrias.

O pequeno Neruda com apenas 10 meses, é um fenómeno da natureza, já a encontrar e a parar muito bem as galinholas, sempre felino e estilista, com um pulmão infindável e um vicio incrível, não teve ainda as oportunidades da Naja mas, com a idade que tem e na fase de adestramento em que se encontra, tem uma margem de progressão gigante, sem duvida que me dará grandes alegrias num futuro próximo.



Será uma época de Galinholas aqui no continente diferente do habitual, pois este ano serão os mais novos a ditar as regras, mas com a certeza que o Team Pedra Mua para esta época de Galinholas que se avizinha, apesar de muito jovem, tem muita qualidade, e experiência, e vão cumprir com as minhas mais altas expectativas.



Não posso deixar de agradecer ao meu Grande Amigo Mário Reis e á sua família pela hospitalidade, e ao Mário em concreto pelo magnífico trabalho realizado, transformando cachorros sem a mínima experiência, em jovens exemplares devidamente adestrados e com o futuro assegurado, obrigado.