sábado, 27 de dezembro de 2014

Belos momentos!

Mais uma bela jornada na companhia do Amigo Ricardo Freitas, que se fez à estrada assim que o desencaminhei, de madrugada fez 400 Km, para vir ter comigo para mais uma jornada de Galinholas num couto que nenhum dos dois conhecia. 
Não sabia bem qual era a minha expectativa para esta jornada, ou se calhar até sabia, embora nem quisesse pensar nisso, pois a época está tão fraca que não me queria iludir. Combinamos o encontro às 7.30h e fizemos a restante meia hora até ao couto para estarmos como combinado com o gestor às 8.00h. Devo confessar que a primeira hora andei perdido e a fazer contas à vida, pois o terrenos de Galinholas tinha pouco, terreno gradado, sem ponta de mato, sem ponta de jeito! Lá me orientei e dei com um local bonito de sargaço numa zona sombria que convidava qualquer Galinhola que ali passasse. O Beeper toca pela primeira vez, acerco-me do Don que deitado tinha o pássaro completamente controlado, ajeito-me ao lado do cão, sabendo perfeitamente onde ela ia sair, dou um toque subtil no cão, um pequeno encosto de calcanhar, o Don recusa-se a andar, certificava-me que o pássaro estava mesmo ali, até que sai limpa para um cobro fácil!
Cheguei ao carro a meio da manhã e troquei de cão, saindo agora com a Elma. Ao longe vejo um bonito aglomerado de pinheirinhos novos, até a mim me cheirava, esperei pela cadela que de pronto se manda para o chão em mostra, o beeper toca, uma pequena guia e toca novamente, entro dentro da mancha de pinheiros, erradamente, pois deveria ter servido a cadela por fora da mancha, pois a Galinhola sai sem me dar hipótese de tiro, a Elma como sempre respeita o levante e fica no chão, eu nem conseguir ver a direcção do pássaro, fica para a próxima, ficando o magnifico desempenho da Elma a controlar bem a Galinhola.
Ainda deu para dois bonitos lances do Don e da Elma com Lebres, mas estas não estavam no cardápio e lá ficaram, temos de respeitar o combinado!




Sem comentários: