domingo, 20 de janeiro de 2013

Depois da Tempestade Vem a Bonança


Se há momentos únicos e inesquecíveis hoje foi um deles!
Depois de uma noite e um dia de grande temporal, o velho ditado aplicou-se da melhor maneira, depois da Tempestade veio a Bonança, o Don voltou a brindar-me com lances magníficos, lances ao alcance de muito poucos cães, está num pico de forma fenomenal, as Galinholas deixaram de ter segredos, encontra-as com a mesma facilidade e alegria que uma criança encontra o seu boneco preferido num quarto atolado de brinquedos!
Hoje foi mais uma demonstração cabal de que, a eficácia, paixão e estética podem andar de mão dada! Pois bem, o primeiro lance foi numa zona de Eucaliptal despido, limpo, apenas velhos paus deixados de antigos desmates davam coberto à Galinhola, o Beeper toca, encontrei-o deitado, a pata esquerda dobrada para trás em cima de um tronco, não mexia, a boca abria e fechava compassadamente sorvendo toda a emanação, eu sabia que ela estava ali, algures, mas estava, pouco depois a Galinhola sai, demasiado descoberta para a poder falhar, enfim, um lance magnifico!
 
O segundo pássaro não teve menos emoção que o primeiro, com a diferença de ser tudo muito rápido, o Don vem da minha esquerda, ao cruzar-se comigo faz uma derrapagem e atira-se para o chão, deitado virado para a frente, o beeper nem chega a tocar quando a Galinhola levanta, abatida com um tiro muito rápido, é facilmente cobrada e estava feita a segunda, antes das 9h da manhã.
Pouco depois ouço novamente o beeper romper o silencio que se fazia sentir, corro ao encontro do Don, a Galinhola teima em sair antes de eu conseguir colocar-me, faço um tiro que sai já destinado a não lhe tocar.
Foram 3 Galinholas paradas numa zona difícil, 2 abates, galinholas já por diversas vezes paradas, atiradas e erradas, Galinholas difíceis de final de época mas que, para o Don, não passa de mais uma Galinhola que tem de ser parada.
Sinto em mim a alegria de uma criança com um brinquedo novo, preferido a outros tantos que já lhe deram horas de prazer e alegria mas que, não se consegue desligar do novo brinquedo, como que por magia, vê-se agarrada a ele, é assim que me sinto ao caçar com o Don, a Beleza e a eficácia juntas num só cão, fazem com que seja para mim difícil deixa-lo em casa, como um viciado, tenho dificuldade em me desligar dele, quero mais, quero sempre mais e, ele corresponde e dá-me sem muito mais!

Sem comentários: