quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Mais Veron!

Novamente a caçar em terrenos conhecidos onde, a forma de pisar o terreno era inevitavelmente diferente, desta vez a escolha recaiu sobre o Veron, o Faruck tinha ido a este local na vez anterior, onde tinha feito uns lances magníficos.
A volta foi a mesma e, à semelhança da vez anterior o Pedro exactamente no mesmo local não iniciou a jornada com um abate, porque errou um pássaro, caso contrário seria uma fotocópia da outra jornada.
Em pouco tempo tínhamos avistado duas Galinholas, uma delas de levante larga aos cães que viria a ser errada pelo nosso acompanhante a fechar a jornada.
No preciso local onde o Faruck fez a paragem junto ao lavrado o Sr. que nos acompanhava erra uma Galinhola que lhe sai aos cães. Parada e trabalhada pelo Veron um pouco mais à frente, que espirra ao sentir-se encurralada pelos cães, era o meu primeiro abate.


Seguia-se uma zona que queria muito ver com outros olhos, já que da última vez tinha feito uma breve e rápida passagem e ainda assim tinha visto um pássaro, rapidamente o Veron fica parado, a Galinhola sai tapadíssima sem dar chance de tiro.
Não tardaria muito que ouvia o beeper cantar, acerco-me do cão e pouco depois, a Galinhola, qual Ícaro voava direita ao sol, fiz um tiro ao sol não ao pássaro já que, com a intensidade luz da manhã não a via, depois, apenas vi algo a cair como que largado do imenso redondo de luz, tinha-a abatido! Rapidamente mando o cão cobrar, assim como eu também ele tinha ficado cego com a luz e não tinha visto a Galinhola sair ou cair, cobra, cobra, mas rapidamente a tínhamos encontrado.

Daqui para a frente apenas mais uma Galinhola, que me saíra, (pensando um pouco) até saiu boa, mas errei-a com 2 tiros, mas galinholas erradas fazem parte de quem anda no campo!
Uma manhã fantástica onde, com um pouco mais de sorte poderia ter feito o cupo, o Veron mais uma vez fantástico a encontrar, trabalhar, parar e cobrar os pássaros, muitas alegrias me tem dado esta época!



Sem comentários: