domingo, 10 de outubro de 2010

Um dia quase perfeito.


Hoje foi dia de treino dos cães, tinha combinado com o Jorge irmos à Apostiça soltar os cães para ele ver um Setter meu que tenho á pouco tempo e para eu ver uns cachorros novos que ele está a formar para a sua quadra de cães de Galinholas, pois não podemos desprezar o futuro.
Confesso que estava expectante, tenho um prazer especial em ver as novas apostas no campo pela primeira vez, mas desta volta ainda mais, pois todas elas eram britânicas e uma nova esperança é neta do Faruck e filha do Frick, pelo que estava ansioso em ver aquela de quem tantas e tão boas referências me tinham dado.
Desta vez decidimos ir treinar com os cachorros para as zonas de crença das Galinholas, para ver como se comportavam e como pisavam os terrenos mais propícios a poderem encontrar dentro de pouco tempo Galinholas.
Rapidamente fomos invadidos por sensações que vão muito para além de simples treinos, o dia era perfeito, frio, algumas abertas e chuva a cair sobre aqueles terrenos dava a ideia de uma jornada de caça à Bela Dama, pois bem, apenas um pequeno grande factor fez desta manhã ser quase perfeita e não verdadeiramente Perfeita, o simples facto de não haverem ainda Galinholas. Ludibriados por São Pedro, que nos deu um dia típico de Galinholas e obviamente resignados lá soltámos os cachorros para discutirmos opiniões sobre os seus futuros como Becaderos. Recantos em recanto iam-nos saindo pela boca histórias de lances vividos em outras épocas, alguns mais distantes, outros mais intensos, outros mais ou menos curiosos.
Bem, o prazer resumiu-se em apreciar os cachorros, apreciar com olhar critico cada movimento, cada toma de emanação, o pisar do terreno, a ligação e todos os aspectos que nos podem dar melhores ou piores indicativos e, no final as opiniões eram idênticas, a Pointer não deixa duvidas, tem tudo para ser como o avô, aliás tem muito dele, é soberba, precoce e demonstra uma capacidade de caça invulgar, uma relíquia em bruto prestes a tornar-se numa verdadeira jóia. A Setter menos soberba, mas muito valorosa, caçadora, mais contida e ligada de fácil entendimento e ao alcance do domínio de qualquer caçador, menos ao meu gosto, mas de elevada qualidade. O futuro prevê-se assegurado, haja saúde e Galinholas, cães felizmente não hão-de faltar.
Portanto para ser um dia perfeito apenas faltaram Galinholas.

2 comentários:

Anónimo disse...

Caro Jorge,
Ja tive o prazer de avistar a primeira "dama" este ano, foi no domingo qundo caçava aos coelhos. Um bom icentivo para a minha Braco Alemão que ja me deu boas provas na epoca passada. Será isto um sinal positivo??

Abraço
Nuno Girão

Jorge Silva disse...

Neste momento há sempre levantes de um ou outro pássaro, é normal isso acontecer obviamente que há muitos que não são verdade, há alguns que relatam terem visto 3 ou 4 pássaros e o que viram foi a mesma em vários levantes, não há que pensar já que por haverem levantes tão precoces que vai ser um ano excelente, pois o que verdadeiramente contará são os ventos que farão na altura de 18 a 25 de Novembro e em Dezembro pela conceição, só depois poderemos dizer se será um ano forte ou fraco.
Aproveite para mexer o braco com esse pássaro se ele ficar nessa mancha, um treino sem abate, é sempre importante!

um abraço